First Down Wild Card

 

Não posso perder

Janeiro chegou e com ele a tão esperada, pós temporada da NFL. Diria que jogo nenhum você deve perder nessa altura do campeonato. Porém se tem um jogo que você não pode perder de maneira nenhuma é o confronto entre New York Giants e Green Bay Packers no Lambeau Field. Onde os Packers podem vencer?: Aaron Rodgers do meio da temporada pra cá, vem jogando no nível que você espera dele, fazendo grandes jogadas, pondo o ataque dos Packers como um dos melhores da liga. Porém será necessário a defesa jogar em alto nível. O ataque terrestre dos Giants não deve causar grandes preocupações para essa defesa. Então será necessário “esmagar “ Elli Manning dentro do pocket. Ereck Flowers e Marshall Newhouse, os dois tackles ofensivos dos Giants, já sofreram em alguns momentos durante a temporada para proteger Elli. O camisa 10 dos Giants é um dos jogadores que mais aparece bem, na pós temporada. Por isso faze-lo apressar o passe é de máxima importância para a vitória dos Packers. Onde os Giants podem vencer ?: Steve Spagnuolo vem fazendo um grande trabalho na defesa dos Giants esse ano. E tem grande missão em armar um esquema para parar Aaron Rodgers. Isso passa muito em conseguir disciplinar sua defesa, quando Rodgers sai do pocket. O camisa 12 de Green Bay, faz grande jogadas improvisando corridas, e saindo do pocket para lançar. Se a defesa dos Giants tiver disciplina, em não ir pra cima de Rodgers e esquecer os alvos dele livre, e conseguir manter o qb dos Packers o mais estático possível, pressão de fora para dentro do pocket. Olivier Vernon, terá que ter um grande jogo. Olho também em Owa Odighizuwa, defensive end que deve alinhar no lado oposto de Vernon. Essa defesa dos Giants gerando pressão em Rodgers, inevitavelmente forçara turnovers. Olho na trio da secundária dos Giants, Landon Colins, safety que vem jogando em altíssimo nível, e a dupla de cornerbacks Janoris Jenkins e Dominique Rodgers-Cromartie.


Discussão da semana

“ A situação dos Raiders é complicada, mas poderia ser pior “ Antes da semana 16, o torcedor do Oakland Raiders era um dos mais confiantes. E tinha tudo para realmente achar que seu time poderia aprontar nos playoffs. Porém a lesão de Derek Carr, dinamitou as esperanças dos torcedores da franquia de Oakland, que não vai a pós temporada desde 2002. Na ultima semana contra os Broncos Matt McGloin assumiu o posto de titular da equipe, e também sofreu uma lesão. Essa situação que parecia desesperadora, com seus dois principais quarterbacks machucados, abriu a chance para um primeiro-anista que pode ser uma melhor opção do que se imagina. Connor Cook pode, e deve produzir mais que McGloin. No jogo do ultimo domingo, a fortíssima defesa dos Broncos, não tomou conhecimento do numero 14. No segundo quarto o qb saiu machucado, sem anotar nenhum ponto, e com números horríveis, 11 passes tentados, 6 completados, para apenas 21 jardas. Cook entrou e completou, 14 de 21 passes tentados para 150 jardas, 1 TD e uma interceptação. Numeros ok, em sua primeira partida em temporada regular. E o que esperar de Cook em sua estreia como titular na liga, em um jogo de pós temporada? Cook foi escolhido na terceira rodada, na pick de numero 100. Tinha talento para sair antes, mas sempre teve questões de comportamento, como grande problema. Sobre seu jogo, pode se dizer que ele jogou em um ataque pro-style na faculdade, fato que o põe em uma situação mais confortável, e Cook mostrou lapsos de um QB “ NFL” em seus anos de Michigan State. Mesmo com menos experiência em NFL do que McGloin, Cook é a melhor opção dos Raiders sem Carr a disposição.

Connor Cook

 

Palpitasso

O meu favorito pros playoffs é o Kansas City Chiefs. Nenhuma das equipes que estão nos playoffs, chega mais “redonda” em todas fazes do jogo, como os Chiefs. Defesa, ataque e time especiais tão jogando em ótimo nível. Podendo decidir em casa ainda, com uma das maiores home field advantages da liga. Não me surpreenderia em nada ver esse time no SB.  

1 contra 1

Essa semana em um modelo um pouco diferente. Pondo duelos 1 a 1 que podem acontecer nos jogos do wild card desse fim de semana Houston Texans CB Aj Bouye vs Raiders WR Os Texans vem tendo um grande nível defensivo. Um dos grandes responsáveis por isso é o cornerback Aj Bouye. O número 21 tem uma das melhores marcas da posição no ano. Na temporada Bouye tem mais de 10 passes desviados e media cedendo mesmo de 10 jardas por captura. Vamos ver como ele se comporta frente a Michael Crabtree e  Amari Cooper. Seattle OL vs Lions DE Seattle teve alguns problemas durante a temporada com as defesas adversárias pressionando Russel Wilson. Mesmo Seahawks sendo favoritos contra os Lions, a linha ofensiva precisa fazer seu trabalho, principalmente George Fant e Garry Gillian, os dois tackles. Olho atento em Kerry Hyder e Ezekiel Ansah, os dois pass rushs de Detroit. Marcus Gilbert vs Cameron Wake Se os Dolphins desejam vencer os Steelers fora de casa na pós temporada, precisam necessariamente força o ataque do time da casa a cometer turnovers. Cameron Wake é um dos melhores defensive ends pressionando o qb adversário. Porém ele terá um grande duelo, com um dos melhores right tackles ta liga, Marcus Gilbert teve uma grande temporada, e deve fazer grande duelo contra Wake. Green Bay secundaria vs Giants recebedores Esse duelo pode ser muito perigoso para a secundária de Green Bay, que provavelmente não terá Quinten Rolins e Damarious Randall, dois desfalques importantes, principalmente quando você enfrenta Odell Beckham Jr e Sterling Shepard. Dupla que vem tendo uma ótima temporada

Jogo na história

Miami Dolphins e Pittsburgh Steelers se enfrentam no domingo. O favoritismo é dos Steelers, que além de jogar em casa, conta com seu quarterback titular, diferente dos Dolphins que terão Matt Moore como titular. Essas duas franquias com vasta história já se enfrentaram nos playoffs, e  a situação era mais ou menos parecida. No começo da temporada de 1984 Terry Brdshaw lendário QB dos Steelers se aposento de maneira inesperada, como uma contusão no cotovelo. Em seu lugar entrou Mark Malone, quarterback de qualidade duvidosa, que levou a equipe a final da AFC. Só que o quarterback do outro lado, era nada mais, nada menos que Dan Marino. Final 45 a 28 para a equipe de Miami, com destaque para Marino, o numero 13 lançou para 4 touchdowns no jogo.


Programe-se

Sabado (07 de Janeiro)

Oakland Raiders @ Houston Texans 19h35- ESPN e EI Detroit Lions @ Seattle Seahawks 23:15- ESPN e EI

Domingo ( 8 de Janeiro)

Miami Dolphins @ Pittsburgh Steelers 16h05- ESPN e EI New York Giants @ Green Bay Packers 19h40- ESPN e EI

Comentar

Veja também: