As Defesas 2016 – Panthers / Buccaneers

Carolina Panthers

Esquema: 4 ×3 
Coordenador defensivoSean McDermott – ex coordenador dos Eagles

 

Performance em 2015:

  • pontos permitidos – 19.3 por partida (6ª da NFL)
  • jardas permitidas – 322.9 por partida (6ª da NFL)
  • contra o jogo aéreo – 234.5 por partida (11ª da NFL)
  • contra o jogo de corridas – 88.4 por partida (4ª da NFL)
  • turnovers conquistados – total de 39 (1ª da NFL)
  • sacks – total de 44 (13ª da NFL)
  • tentativas de 3º Down convertidas – 37.9% (13ª da NFL)

Performance em 2014:

  • pontos permitidos – 23.4 por partida (21ª da NFL)
  • jardas permitidas – 339.8 por partida (10ª da NFL)
  • contra o jogo aéreo – 227.8 por partida (11ª da NFL)
  • contra o jogo de corridas – 112.0 por partida (16ª da NFL)
  • turnovers conquistados – total de 26 (empatados com os Bengals e Colts – 10ª da NFL)
  • sacks – total de 40 (Empatados com os Patriots e Rams – 13ª da NFL)
  • tentativas de 3º Down convertidas – 42.4% (22ª da NFL)

 

Composta por jogadores experientes e comandada por uma comissão técnica excepcional, a defesa dos Panthers foi protagonista, lado a lado com o MVP da temporada Cam Newton (QB) na bela trajetória que os levou até o SUPER BOWL.

Contaram também com o desabrochar de 2 estrelas. Josh Norman, depois de alguns anos na liga, entrou para o seleto grupo da elite de Cornerbacks, e Kawann Short (DT) tornou-se um terror para os Quarterbacks adversários, provendo o PASS RUSH que Carolina tanto sentiu falta em 2014.

Além da excepcional dupla de Linebackers Luke Kuechly e Thomas Davis, os Panthers viram Kurt Coleman (S – ex Eagles) ter a melhor temporada de sua carreira, dentro do estruturado sistema de cobertura por zona de Ron Rivera (HC).

Sean McDermott (coordenador defensivo) era um dos nomes mais quentes no processo de seleção para novos HEAD COACHES desta OFFSEASON. Para a sorte de Carolina, nenhum adversário o contratou, mantendo a comissão técnica intacta na luta pelo título 2016.

Entre os desafios que encontrarão pelo caminho, manter todos os jogadores importantes felizes ($$$) é sempre complicado depois do sucesso obtido.

 

Movimentações:

 

Uma das reviravoltas que assistimos na OFFSEASON foi a questão Josh Norman. Valorizado depois da temporada espetacular, e sem contrato, recebeu a FRANCHISE TAG. Quando todos esperavam um desenrolar tranquilo para a negociação, Carolina se irritou e retirou-a, tornando-o um agente livre no mercado. Logo depois, assinou lucrativo acordo com o Washington Redskins.

Essa decisão forçou a direção a olhar para o DRAFT 2016 como forma de substituí-lo. Foram 3 Cornerbacks selecionados: James Bradberry (2º round), Daryl Worley (3º round) e Zach Sanchez (5º round). Nenhum deverá ser apressado ao time titular mas devem contribuir no decorrer do campeonato.

Para o esquema defensivo funcionar, perceberam que a rotação no interior da linha é fundamental. Contrataram Paul Soliai (DT – ex Falcons) na FREE AGENCY e ainda escolheram Vernon Butler (DT) no 1º round do DRAFT. Adicionar este atlético jogador pode sinalizar a intenção de não renovarem o contrato de Star Lotulelei (DT) futuramente.

 

Destaques:

  • Luke Kuechly – LB
  • Thomas Davis – LB
  • Kurt Coleman – S
  • Kawann Short – DT

kawann-short

 

Tampa Bay Buccaneers

Esquema: 4 ×3 
Coordenador defensivo: Mike Smith – ex HEAD COACH dos Falcons

 

Performance em 2015:

  • pontos permitidos – 26.1 por partida (26ª da NFL)
  • jardas permitidas – 340.4 por partida (10ª da NFL)
  • contra o jogo aéreo – 240.0 por partida (16ª da NFL)
  • contra o jogo de corridas – 100.4 por partida (11ª da NFL)
  • turnovers conquistados – total de 23 (empatados com os Falcons – 16ª da NFL)
  • sacks – total de 38 (empatado com os 49ers e Redskins– 14ª da NFL)
  • tentativas de 3º Down convertidas – 46.0% (30ª da NFL)

Performance em 2014:

  • pontos permitidos – 25.6 por partida (25ª da NFL)
  • jardas permitidas – 368.9 por partida (25ª da NFL)
  • contra o jogo aéreo – 255.3 por partida (28ª da NFL)
  • contra o jogo de corridas – 113.7 por partida (19ª da NFL)
  • turnovers conquistados – total de 25 (empatados com outros 6 times – 13ª da NFL)
  • sacks – total de 36 (empatado com os 49ers e Redskins– 21ª da NFL)
  • tentativas de 3º Down convertidas – 43.7% (28ª da NFL)

 

Após apenas 2 anos, Lovie Smith (ex HC) e seu esquema baseado na cobertura defensiva TAMPA-2, não serão mais vistos justamente em Tampa. A direção da equipe optou por substituí-lo pelo coordenador ofensivo Dirk Koetter. Parte da razão envolveu priorizar o desenvolvimento de Jameis Winston (QB), mas a pouca melhora defensiva pesou na decisão.

Ele foi muito criticado pela falta de flexibilidade esquemática. Provavelmente os Buccanners foram o time que menos alterava a equipe base para NICKEL e DIME nestes 2 anos, mesmo com a maior ênfase ofensiva da liga em formações SPREAD.

Em verdade, Lovie nunca teve em mãos o elenco apropriado para o que ele gosta de executar. Por exemplo, faltou-lhe PASS RUSHERs externos e Safeties capazes de cobrir zonas extensas do campo.

Mike Smith (ex HC dos Falcons) será o responsável pela defesa em 2016. Seu esquema preferido também utiliza grande percentual de coberturas por zona, mas exige menos dos Safeties.

 

Movimentações:

 

Depois de 2 DRAFTs praticamente voltados 100% para o ataque, os Buccaneers focaram na defesa desta vez.

Vernon Hargreaves (CB – 1º round) deve ser titular imediato. Ele tem bom atleticismo e instintos para compensar a baixa estatura. Noah Spence (2º round) é o tipo de PASS RUSHER que faltava à unidade e deve contribuir em situações específicas enquanto Ryan Smith (4º round) é um projeto que poderá ser aproveitado futuramente tanto como Cornerback como Safety.

Nem estas adições, nem a experiência ruim com contratações de veteranos nas últimas OFFSEASONs inibiram Tampa em buscar reforços na FREE AGENCY.

Robert Ayers (DE) proveu os Giants de um PASS RUSH adequado; Daryl Smith (LB – ex Ravens e Jaguars) não é mais o mesmo atleticamente mas possui muita experiência; Josh Robinson (CB – ex Vikings) terá nova oportunidade de aparecer na liga.

O outro reforço foi Brent Grimes (CB – ex Dolphins e Falcons), velho conhecido de Mike Smith (HC) dos tempos de Atlanta.

 

Destaques:

  • Gerald McCoy – DT
  • Lavonte David – LB
  • Akeem Spence – DT
  • Kwon Alexander – LB

kwon alexander

 

 

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. 19 de julho de 2016

    […] Source: 10 Jardas Esquema: 4 ×3 Coordenador defensivo: Sean McDermott – ex coordenador dos Eagles Performance em 2015: pontos permitidos – 19.3 por partida (6ª da NFL) jardas permitidas – 322.9 por partida (6ª da NFL) contra o jogo aéreo – 234.5 por partida (11ª da NFL) contra o jogo de corridas – 88.4 por partida (4ª da NFL) turnovers conquistados – total de 39 (1ª da NFL) sacks – total de 44 (13ª da NFL) tentativas de 3º Down convertidas – 37.9% (13ª da NFL) Performance em 2014: pontos permitidos – 23.4 por partida (21ª da NFL) jardas permitidas – 339.8 por partida (10ª da NFL) contra o jogo aéreo – 227.8 por… LEIA MAIS EM… As Defesas 2016 – Panthers / Buccaneers […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *